A Língua

A língua Veneta é a língua utilizada nos territórios Venetos por milhares de anos e em outros países do mundo, como no Brasil, Mexico, Eslovenia, Croácia e outros mais.

A nossa língua se diz que é derivada do Latin Vulgar, influenciada do Venético, outra língua falada no "Veneto e Istria", do século 6° a.C. até o século 1° d.C. aproximadamente. Ela se disseminou internacionalmente  graças ao comércio da República Veneta, mas acima de tudo no ambiente marítimo, que ainda hoje os marinheiros usam muitas palavras de origem Veneta.
A língua Veneta nunca se colocou como língua literária, por que se colocou na maior parte expressões literárias provenientes da língua toscana e o provensal, de origem francesa. As obras mais importantes foram escritas pelos autores como "El Ruzante", Giacomo Casanova e Carlo Goldoni entre o século XVI e o século XVII.

CONFORME

Que se tem tantas variantes do Veneto em base às províncias e que não foi ainda escolhido um vocabulário de referência, utilizemos as regras abaixo como regras básicas chamando a língua atual Veneta simplificada.

Como língua existem diversas variantes em várias partes do território Veneto:

O veneto central, ou centro-meridional (padovano-vicentino-połesano);

  • O veneto łagunar ou veneziano (Laguna de Veneza) - para lembrar de maneira particular a variante do chioggiano;
  • O veneto oriental e do mar, que fica dentro da região marítima,  o triestino, istriano e dalmaziano;
  • O veneto ocidental ou veronese;
  • O veneto central-setentrional, que fica dentro da região de Treviso, ( Marca Trevisana) e coneliano;
  • O veneto setentrional, que compreende o belunes ou belumato, as variantes dos vales, colinas e montanhas, como o feltrino;

Ainda a grafia não é a única, existem varios tipos, por exemplo aquela clássica, aquela reformada, aquela unificada e aquela unitária;

Entre as regras mais importantes encontramos:

  • Ł, £ (chama tambem L-cortada): foi introduzida para escrever palavras similares quando tiver mais alternativas.
    Exemplo:
    baea / bala = bała
    la toa / la tola = la toła

  • J: para substituir o "gl" e "i".
    Exemplo:
    voia / vogia = voja
    iutar / giutar = jutar

  • NP, NB: vem usado para escrever palavras como "sempre" ou "ambiente", nesses dois casos se escreve "senpre" e "anbiente"

  • S: "s" sorda.
    X: "s" sonora
    Dois exemplos dessas duas variantes podem ser:
    "lexare a alta voxe"
    "fisare i sasi"

As regras mais importantes são para exemplificar o não uso das consoantes duplas.

Tantas outras regras estão exemplificadas nos documentos ligados a fonte desse artigo, mas como base tenhamos atualmente estas para criar um vocabulário comum: http://vec.wikipedia.org/wiki/Lengua_veneta

Imprimir Email